Celebridades

Lady Gaga pode lançar mais clipes de Chromatica. Entenda!

Foto: InstagramLady Gaga pode lançar mais clipes de Chromatica. Entenda!
Lady Gaga pode lançar mais clipes de Chromatica. Entenda!

Lady Gaga teve seu comeback na indústria da música em maio deste ano após o lançamento do álbum Chromatica, cujas faixas perduram até hoje no topo das paradas musicais.

Porém, por conta da pandemia do novo coronavírus, muitos dos planos originais acerca do álbum foram cancelados, como por exemplo a turnê oficial do projeto e filmagens de mais clipes.

Até este momento, apenas Stupid Love e Rain On Me (parceria com Ariana Grande) ganharam versões audiovisuais no canal do Youtube da artista, mas de acordo com Nicola Formichetti, diretor criativo da cantora, isso está prestes a mudar.

Em entrevista ao site CB2, o especialista em imóveis e designer de interiores confirmou estar trabalhando em novidades da carreira de Gaga, algo que descreveu como “divertido”.

“Nós estivemos ocupados trabalhando em novos videoclipes, sessão de fotos e performances – e isso tudo me deixou animado e ocupado”, afirmou ele.

Lembrando que, de acordo com rumores, o próximo single a ganhar um clipe será Free Woman, cujas filmagens já aconteceram e teria a presença de um deserto cor de rosa.

Babylon seria outra faixa com o vídeo já em processo de pós produção, enquanto Sine From Above (parceria com Elton John) seria um curta metragem para finalizar com chave de ouro a era Chromatica.

Lady Gaga revela que toma medicamentos antipsicóticos

Em conversa sincera com Zane Lowe na estação de rádio Beats 1 da Apple Music, Lady Gaga revelou que toma medicamentos antipsicóticos. A cantora de 34 anos revelou que toma olanzapina, um medicamento também usado para tratar esquizofrenia e transtorno bipolar.

Segundo Gaga o motivo de usar o medicamento é porque ela 'nem sempre consegue controlar o que seu cérebro faz'.

E esse problema mental foi falado em uma nova música de seu último álbum, 'Chromatica'.

"Eu escrevi uma música no 'Chromatica' chamada '911', e é sobre um antipsicótico que eu tomo e é porque nem sempre posso controlar coisas que meu cérebro tem e tenho que tomar remédios para interromper o processo que ocorre. Eu sei que tenho problemas mentais e sei que às vezes eles podem me tornar não funcional como um humano", justifica.

Gaga também revelou que estava preocupada em lançar seu álbum em meio à pandemia do novo coronavírus, pois estava preocupada com o bem-estar da equipe médica que luta contra a crise global de saúde.

"Está provado ser um desafio para mim... quando esse super-vírus aconteceu, eu não queria lançar este álbum. Eu pensei: como podemos fazer algo mais específico para ajudar o mundo? Como posso usar minha humanidade para focar em algo que acredito ser infinitamente mais importante do que aquilo por que passei? Que é o que a comunidade médica tem feito. Isso me fez pensar sobre os ajudantes do mundo e como são seus estados mentais e como eles não têm necessariamente a ajuda de que precisam. Quando tudo isso acabar, seja o que for que isso signifique e as coisas ficarem 'melhores', seja o que for, quem estará lá para apoiá-los? Eu não tenho falta de autoconsciência e entendo que não sou o único ser humano no planeta que sofre e acho que é muito bom e sou grata pelo que tenho."

Fonte: O Fuxico